Desoneração já gerou perda de R$45 bilhões

Posted on 19/03/2015

0


O Governo Federal sempre alegou que a Previdência Social é deficitária e que não pode arcar o custo do aumento real para os aposentados e pensionistas que ganham acima do salário mínimo, entretanto, implantou a desoneração da folha de pagamento diminuindo receitas da Previdência para favorecer a indústria. A desoneração gerou uma perda de R$ 45 bilhões desde 2012 até agora e a COBAP, claro, sempre foi contra a desoneração e exige o seu fim imediato.

A Previdência necessita de uma melhor gestão e de mais fiscalização dos seus recursos. Necessita construir uma equipe técnica mais ampla capaz de salvar esse patrimônio do trabalhador brasileiro. A seguir, listamos os números negativos da Previdência que precisam ser sanados.

  1. Sonegação da Previdência: R$ 40 bilhões ao ano;
  1. Devedores da Previdência: governos estaduais, prefeituras municipais e grandes empresas: R$ 200 bilhões;
  2. Governo desvia cerca de R$ 40 bilhões através da Desvinculação das Receitas da União (DRU);
  3. Muitos setores econômicos são favorecidos através de renúncias fiscais e não pagam a Previdência: R$ 25 bilhões ao ano;
  4. Auxílio Doença e Pensão por Morte: R$ 18 bilhões.

A Comissão de Finanças e Tributação realizou debate, nesta quarta-feira (18), sobre a questão da Desoneração. A COBAP, juntamente com a Anfip e outras entidades representantes da sociedade civil darão continuidade ao debate na próxima semana.

 

Anúncios
Posted in: cidadania, Destaque