Manifestação de aposentados e trabalhadores bloqueia Avenida Paulista

Posted on 01/02/2015

0


Na manhã desta quarta-feira, 28 de janeiro, dirigentes da COBAP e FAPESP somaram forças com as centrais sindicais para protestar na Avenida Paulista, que é coração econômico de São Paulo.

O ato foi contra as medidas provisórias 664 e 665, anunciadas no final do ano passado pelo governo federal, que alteram regras para benefícios sociais como pensão, auxílio-doença e seguro-desemprego. 

Estima-se que 8 mil pessoas estiveram presentes. 

O protesto começou às 9h no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo, e os manifestantes permanecem no local. Agentes de trânsito bloquearam, por volta das 10h30, o trecho da Avenida Paulista em frente ao museu. Os manifestantes seguiram em passeata até o prédio da Petrobras e depois para o Ministério da Fazenda, para entregar um documento com críticas às medidas do governo. 

Os manifestaram chegaram a ocupar os dois lados da avenida, bloqueando completamente o tráfego de veículos. A Polícia Militar montou um forte de esquema se segurança, mas não houve violência de ambas as partes.

Neste protesto de rua a COBAP se fez representa pelo presidente Warley Martins e também pelos dirigentes Luiz Legnani, José Carlos Vieira, Silberto Silva, Adauto Félix da Silva, José Figuelra, Adilson Rodrigues, Maria Almeida, Moacir Meirelles, José Ribeiro Vasconcellos, Josias Mello, Moacir Santana, Antero, Isaias, entre outros. 

Posted in: Destaque