Papa Francisco volta a pedir respeito a idosos

Posted on 19/11/2013

1


O Papa Francisco voltou a falar sobre o respeito aos avós, ao celebrar nesta terça-feira (19) uma missa na residência de Santa Marta, no Vaticano. “Um povo que não respeita os avós perdeu a memória e não tem futuro”, disse o Pontífice.

O Papa admitiu que, hoje em dia, os idosos não são valorizados e muitas vezes esquecidos. “Nós vivemos em um tempo em que os anciões não contam. É duro dizer isto, mas eles são descartados, pois são cansativos”, declarou.

O Pontífice fez questão de lembrar o valor das pessoas mais velhas. “Os idosos são aqueles que carregam a história. São aqueles que, como um bom vinho envelhecido, possuem uma força para deixar um nobre legado”. Francisco continuou seu discurso na mesma linha. “Os avós são um tesouro”, disse.

“A velhice muitas vezes é dura, por conta das doenças e outros fatores, mas a sabedoria que nossos avós possuem é a herança que nós devemos receber. Um povo que não cuida dos mais velhos, que não os respeita, não tem futuro, pois perdeu sua memória”.

Em seu comentário final, o Pontífice relembrou aqueles que são abandonados por suas famílias à própria sorte. “Tantos idosos que estão em casas de repouso e tantos que – é duro dizer – estão abandonados. Eles são o tesouro de nossa sociedade”. Ele pediu que os fiéis rezem “por nossos avós que tantas vezes tiveram um papel heroico na transmissão da fé me tempos de perseguição”. E encerrou lembrando que “o quarto mandamento é o único que promete alguma coisa em troca. É o da piedade. Seja piedoso com seus antepassados”.

Em sua passagem pelo Brasil, em julho deste ano, Francisco também havia tocado neste assunto. No Dia dos Avós, o Pontífice declarou que “os avós são importantes na vida da família para comunicar o patrimônio de humanidade e de fé que é essencial para qualquer sociedade”. “E como são importantes o encontro e o diálogo entre as gerações, principalmente dentro da família”, observou Francisco.

Posted in: cidadania