Via Sacra Ecumênica do Idoso alcança grande repercussão nacional

Posted on 01/10/2013

2


Diversos jornais, sites, blogs, rádios e redes sociais repercutiram de forma positiva o grande êxito da 1ª Via Sacra Ecumênica do Idoso, realizada em Brasília na última terça-feira. O evento inédito foi comentado até em outros continentes.

Enfrentando estradas perigosas ou voos turbulentos, centenas de aposentados de diversos estados participaram deste ato: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Bahia, Alagoas, Pernambuco, Santa Catarina, Paraíba e Distrito Federal.

A encenação da Via Sacra começou às 19h30. Unidos pela fé, padre Jeová Bezerra e a pastora Roni subiram num caminhão de som e narraram as 14 estações, encenadas ao redor da Praça das Bandeiras. Foi um lindo espetáculo, marcado pela emoção e perseverança.

Os aposentados caminharam carregando velas acesas e cruzes com fotos dos 513 deputados federais brasileiros. Os idosos se revezaram para suportar o peso de uma grande cruz de madeira produzida pela COBAP.

O objetivo da Via Sacra era sensibilizar os parlamentares para que desengavetem os projetos dos aposentados. Porém, somente um deputado teve a coragem de participar: Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP), que mais uma vez deu exemplo de dedicação total aos aposentados.

Encerrada a Via Crucis com chuva, em plena escuridão, os aposentados sentaram no gramado e comeram marmitas fornecidas pelos parceiros da COBAP.

VIGILANTES SONY DSC SONY DSC VIA CRUCIS 01

 

Revigoradas pelas orações feitas durante a Via Sacra, as caravanas resolveram ficar a madrugada toda na Praça das Bandeiras. Cada um se virou como pode: uns descansaram na grama, outros passaram a noite em claro. Um animado grupo com violão afugentou o sono cantando antigas canções.

Os idosos deram um verdadeiro exemplo de força e determinação, mostrando que apesar da idade avançada e dos problemas de saúde, não desistiram de lutar pelos seus direitos.

O senador Paulo Paim fez questão de participar da Vigília, ficando ao relento até às 3 horas da manhã. Retornou ao local ao amanhecer, transmitindo sua admiração aos heroicos aposentados.

O presidente da Confederação, Warley Martins, passou mais de 40 horas sem dormir. Ficou a noite toda na Praça das Bandeiras, amanhecendo ao lado dos manifestantes. Logo depois foi até a Câmara dos Deputados acompanhar de perto a reunião da Comissão de Finanças e Tributação, cujo assunto principal era a Desaposentação.

Posted in: Aposentados